Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
+55 (11) 4506-3239
academy@glsolutions.com.br

18 nov 2011

Instalando o WebSphere Portal v7 no modo console

/
Postado por
/
Comments0

A instalação no modo console é uma ótima opção para ambientes Unix e Linux. Estes ambientes normalmente não possuem uma interface gráfica. Isso ocorre pois não existe a necessidade de instalar pacotes desnecessários para a instalação de produtos da família WebSphere. Em outras situações, algumas empresas podem possuir regras específicas de segurança não permitindo a instalação de certos tipos de pacotes onde podem estar inclusos, pacotes gráficos. Em Windows, a opção de instalação via console também é possível, mas a maioria prefere instalar via gráfico.
O processo de instalação ocorre em um ambiente Linux RadHat5.3 64x. Este mesmo processo pode ser utilizado em ambiente Unix como AIX, HP-UX. Lembrando em para cada plataforma os pacotes necessários são distintos.
Preparando o Sistema Operacional.
Antes de iniciar o processo de instalação, é necessário instalar alguns pacotes. A maioria destes pacotes não estão disponíveis no site de suporte. Eu me deparei com alguns problemas para iniciar a instalação e com os pacotes abaixo foi possível dar procedimento.
Instalar os pacotes para 32 e 64 bit
compat-libstdc++-33-3.2.3-69 
ksh-20100621-2 
gtk2-2.18.9-4 
gtk2-engines-2.18.4-5 
libXp-1.0.0-15.1 
libXmu-1.0.5-1
libXtst-1.0.99.2-3 
pam-1.1.1-4 
rpm-build-4.8.0-12 
elfutils-0.148-1
elfutils-libs-0.148-1
libXft-2.1.13-4.1 
libstdc++-4.4.4-13
Instalação 
1 – Execute o processo com um usuário administrador.
2 – Navegue até o diretório de instalação. IL-Setup
3 – Digite o comando ./install.sh –console
4 – Pressione 1 para seguir a próxima etapa.


5 – Aceite os termos de contrato pressionando 1 .
6 – Existem dois tipos de instalação, Base e Full.
Base: possui o mínimo de pacotes disponíveis. É mais indicado a ambientes de produção e desenvolvimento. Isto devido ao produto estar leve sem a necessidade de pacotes que não necessitam fazer parte do produto. Isso não impede que posteriormente seja possível instalar pacotes adicionais.
Full: A Full como o próprio nome já diz, instala todos os pacotes que existem no produto. Esta é uma ótima opção para POCs onde é possível explorar todas as funcionalidades do produto. Caso esse Portal seja utilizado para desenvolvimento, após a instalação será necessário executar o comando “enable-develop-mode-startup-performance. Esse comando otimiza o WebSphere Portal.
7 – Neste exemplo, vamos selecionar a opção 2.

 8 – Escolha em qual diretório será instalado o produto. Lembrando que se a instalação estiver sendo feita com um usuário não root, é necessário que o usuário tenha permissão de escrita e alteração no diretório de instalação, caso contrário, a instalação não irá prosseguir.
 9 – Informe o Node name e o FQDN: Full qualified domain name. Normalmente, o Node name é o host do servidor, mas isso não é uma regra. Você pode escolher qualquer nome que identifique o node. O FQDN, neste caso sim é o hostname + o nome qualificado. Exemplo: servidor.dominio.com.br. Este nome pode ser outro qualquer desde que ele atenda ao IP atual do servidor. Você pode utilizar outro nome que esteja em um servidor de DNS mas que aponte para o mesmo IP do servidor.
10 – Informe o nome do usuário e sua senha. Este usuário será utilizado tanto para o WebSphere Portal quando para WebSphere ApplicationServer. No momento, este não é um usuário pertencente a um repositório como LDAP. Este usuário será criado no próprio repositório do WebSphere onde o produto utiliza o Cloudscape como banco de dados O mesmo usuário será utilizado localmente para a administração do WebSphere Portal e do WebSphere Application Server. É recomendável mudar o repositório de usuários do WebSphere. É possível conectá-lo a um servidor stand alone LDAP, Fedarado ou customizar o registro de usuário utilizando a CUR (Custom User Registry).
 11 – O processo de instalação pode levar alguns minutos ou horas. Isso depende do desempenho do servidor.
 12 – Edite o arquivo wkplc.properties. Procure pelo usuário wpsadmin. Informe a senha do usuário e salve o arquivo. Após a instalação, execute o comando. ./ConfigEngine.sh enable-develop-mode-startup-performance.
14 – Para testar o WebSphere Portal, digite a url: HTTP://servidor.dominio.com.br:10039/wps/portal

Deixe um comentário